sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Estudo: HIV pode tornar-se resistente a medicamentos

O aumento da circulação de variantes do HIV resistentes ao tratamento com antirretrovirais nos EUA pode provocar uma epidemia desse tipo de «supervírus» com início nos países desenvolvidos.

O alerta é de um estudo publicado na edição desta sexta-feira na revista Science, que analisou a dinâmica de transmissão do vírus em São Francisco, na Califórnia.

Nos últimos 20 anos, a presença do vírus resistente cresceu de forma significativa na cidade, assim como na maioria dos países ricos, onde o tratamento com antirretrovirais é comum.

Como os seropositivos podem transmiti-lo para mais de uma pessoa, os investigadores afirmam que a ameaça de epidemia nesses países é real.

Para mapear a evolução do HIV em São Francisco, os cientistas criaram um modelo matemático com os dados das infecções nas últimas duas décadas.

A simulação considerou a transmissão dos três tipos de HIV resistentes aos principais antirretrovirais do mercado. A partir dessas informações identificaram os factores do tratamento que levaram à resistência aos medicamentos.

Sem comentários: